Um dos grandes desafios de quem mora em municípios de um estado e trabalha ou estuda na capital é o transporte. O carro, dependendo do local, pode ser desgastante em relação ao tempo gasto em engarrafamentos e mais caro pelo combustível. O ônibus pode não ser a melhor opção, quando se está atrasado e não ser obrigado a sair, pelo menos, uma hora antes do compromisso. Depender de apenas um transporte não é o melhor cenário para quem faz um trajeto de 22 km todos os dias.

Em 2012, foi inaugurada a Linha Sul da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor), que liga Fortaleza a Maracanaú em uma reta de dezessete minutos. A inauguração dessa linha trouxe alivio diário para o aluno de design gráfico, Lucas Jansen, 27 anos. Diminuiu o tempo entre a casa dele e a Estácio – Moreira Campos, que fazia em uma hora e meia de ônibus.

PERCURSO:
22 km de distância

Como sistema de transporte público, o Metrofor mudou a rotina de passageiros como o aluno de design gráfico, Lucas Jansen, nestes cinco anos de funcionamento

Um percurso de 22 km de distância entre seus estudos e moradia em Maracanaú não é fácil de ser feito todos os dias, principalmente quando leva uma hora para ser feito. A palavra atraso está presente na vida dessas pessoas e isso pode ser causado pelo trânsito de carros, demora em passar ônibus e até mesmo greves de profissionais de empresas de ônibus. Então, muitas vezes pessoas perdem aulas e dias de trabalho por não terem condições de custear um transporte particular.

O estudante faz essa viagem todas às manhas para ir ao estágio, que fica próximo à estação São Benedito, localizada na Avenida Tristão Gonçalves. Em todas as estações que anda, Jansen afirma que não tem qualquer medo em relação à segurança.

 

A estação é muito segura, com guardas em todas as estações. Não sinto aquele constante medo de assaltos que normalmente as pessoas sentem quando andam de ônibus”, conta.

Mesmo que as linhas do metrô tenham ajudado seus passageiros em relação ao tempo, problemas ainda são apontados.

 

Se funcionasse ate às 23 horas seria muito melhor, pois muitas pessoas têm aulas até 22 horas”, lembra o estudante.

Essa reclamação acontece porque o horário de funcionamento do Metrofor é de 5h30min às 21 horas. Outro problema está na oferta de serviços dentro das estações.

 

Não pode utilizar o banheiro da estação, não pode comer dentro da estação, nem andar com uma garrafa de água na mão”, lista.

Abertura de novas linhas que percorram mais pela cidade, ampliação do horário do funcionamento e permissão do uso das dependências públicas do metrô. Estes são os pedidos mais frequentes dos passageiros que fazem o trajeto entre Maracanaú e Fortaleza. O quanto seria eficaz ter um metrô que ligasse, de fato, a cidade inteira. O sonho da mobilidade urbana. Uma solução ao deslocamento em massa da população de Fortaleza e de cidades vizinhas.

 

CONFIRA O VÍDEO

LEIA MAIS:

TOPO

Lucas Jansen, 27

Igor Araújo, 23

O Metrofor não deixa de ser comparado com serviços desse tipo de transporte em outras cidades como, por exemplo, o metrô de São Paulo.

 

Além do horário de funcionamento ser bem amplo, você pode andar praticamente o estado inteiro de trem”, compara Jansen, que conheceu parte de São Paulo usando o transporte publico.

Para o estudante Igor Araújo, 23 anos, de Publicidade e Propaganda da UNI7 (Centro Universitário 7 de Setembro), mesmo que a segurança na estação Maracanaú seja presente, já presenciou um furto.

Foi quando estava embarcando no vagão. Um rapaz estava esperando, assim como as outras pessoas, e, do nada, pegou o celular da mão de uma garota e saiu correndo, pulando a grade que separava a estação de uma praça no centro de Maracanaú. E vale ressaltar que havia segurança presente na estação nessa hora”, relata.

Metrô dos Sonhos

Hoje a Linha Sul me ajuda muito no transporte, é mais rápido que vir de Maracanaú de ônibus. Mas, quando a Linha Leste abrir, será perfeito porque uma das estações ficará próxima à minha faculdade. Também uma estação próxima da Beira-Mar”, ressalta Almeida Neto, 24 anos, que usa o metrô também na hora do lazer.

  • Grey Twitter Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Este hotsite, Partiu Metrô?, é resultado do trabalho final da disciplina Projeto em Mídias Convergentes - 2017.2, com orientação do professor Miguel Macedo, do Centro Universitário 7 de Setembro (Uni7).

As reportagens são dos estudantes Amanda Cavalcanti, Iury Medeiros, Mairla Freitas, Mariana Amorim, Natasha Lima, Paulo Mesquita e Rafaelly Leal. A direção de arte é de Naélio Santos. CONFIRA DETALHES!

© Fortaleza 2017. PROJETO PARTIU METRÔ

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now